sexta-feira, 14 de julho de 2017

Acesso ao ensino superior, dois mil e tal

E mais uma vez, chegamos à altura do ano em que fico preocupado com os meus explicandos que vão ingressar no superior... pois quero o sucesso deles, e que não se cruzem com bestas como as com que me cruzei...

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Cábulas na calculadora (I)

Nestas últimas semanas tenho andado ocupado com a preparação de alunos para exames.
Tenho coisas para escrever aqui, mas depois de dias "em cheio" nem sempre há cabeça para escrever um texto em condições...
Por outro lado, nestas alturas, não me apetece muito escrever um post para encher chouriços.
Portanto hoje vou ensinar-vos a criar ficheiros de cábulas.
1-criar um ficheiro com o nome cabulas.
2-Escrever um texto do género do da imagem

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Complex0 para Casio fx-9860G e fx-CG20

Um programa para números complexos
PS:
  • Para fazer download dos programas, dar três cliques sobre a a imagem, e depois um sobre o ícone que aparecer
  • Sugiro a quem fez download antes de 02/06/2017 que actualize para a versão actual. (Na verdade basta actualizar apenas o programa ++ANGULO)

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Espelho, espelho meu...

Todos os dias, o meu reflexo, olha para mim.
No espelho, nos carros, nas janelas.
Sorrio, e penso: "enfim..."
O que não faltam são pessoas mais belas.

O meu exterior deixou de me importar.
Não ando a engatar...
Se é do meu aspecto que têm de gostar,
façam favor de se afastar.

Se tem de gostar de mim, que seja pelo que sou
e não tente me mudar.
E pronto, "e tudo o vento levou"
Para mim, não há par.

Hipócrita sociedade...
Julga aparências,
desdenha valores.
Quer lá saber da verdade.
Fala de competências,
mas  pratica horrores.

Andando sozinho,
à procura de um caminho,
Vejo o tempo a passar,
O corpo a enrugar,
e os sonhos a se afastar...




terça-feira, 16 de maio de 2017

Exames Nacionais


      Todos os anos acabo por resolver os exames nacionais de Matemática A das três fases. Por vezes partilho online, outras vezes não.
      No ano passado optei por não partilhar (...), mas não faltam resoluções correctas online, em sítios que merecem o meu respeito.
      Todos os anos peço aos alunos que resolvam as provas de pelo menos 2 anos anteriores. Neste ano pedi 2014-2016.
Na verdade praticamente todos os exercícios são resolvidos ao longo do ano, mas nunca é demais pedir que re-resolvam, só para garantir que perceberam a resolução...
Depois disso, há imensas "provas-modelo" de treino em livros de preparação para o exame e em sites online, que uso sem infringir direitos de autor...
Desde 2013 que não faço provas modelo minhas, mas penso que para o próximo ano lectivo isso pode mudar visto que estamos perante um programa novo, modelo novo de exame, e o material (ainda) não abunda.

A minha sugestão aos alunos que chegam a este ponto é que façam uma revisão geral de toda a matéria e comecem por resolver exames de anos anteriores, e tomando nota do que tem de ser revisto de melhor forma.
Assim que se sentirem preparados, "atacar" provas modelo...

E boa sorte a todos

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Nesta vida de matemático solitário (I)


Há dias em que me vejo sozinho no escritório...com montes de trabalho para fazer mas a vontade de trabalhar, foi de férias.
Bem, hoje é um desses dias.
Nem me ocorre algo interessante para escrever aqui no blog.
Vou sair para arejar... e tento voltar mais inspirado.
...
Voltei. Mas nem por isso mais inspirado.
O trabalho não se vai fazer por si próprio. :/
Coragem.
Ok... Vamos lá ao facebook mudar a foto de perfil.
(Não deve haver nada de interessante para ver... confirmei, não há)
Vamos lá ocultar a mudança de foto da cronologia.
Pronto. Posso largar o facebook.
Agora, vamos lá colocar uns auscultadores, escolher uma rádio e...
trabalhar

domingo, 14 de maio de 2017

Triplo 13

No passado Sábado 13 de Maio de 2017, Portugal teve direito a visita papal com canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinta.
Teve ainda direito a ver o Sport Lisboa e Benfica sagrar-se tetracampeão nacional de futebol e ainda a ganhar o festival Eurovisão da canção pela primeira vez na sua História.

Foi um 13 de Maio histórico para Portugal!

Ok, a parte do Benfica campeão... há muito tempo que já não ligo grande coisa para o futebol... e nisto incluo o facto de Portugal ser campeão europeu de futebol.

domingo, 7 de maio de 2017

Mais um adeus...

Desta vez a Elon Lages Lima...

Li alguns dos seus livros, (em particular já falei de um deles aqui, quando falava sobre definições de limite).

Ninguém pode viver para sempre, mas hoje em dia, temos formas de nos imortalizar...
Blogs ( :) ), Youtube, ...
Não digo sites, porque, se por algum motivo deixamos de pagar contas o site vai abaixo.
No caso deste blog, está nas mãos de Blogger.com que pertence à mesma empresa que gere o Google.
Conseguem se encontrar várias aulas do professor Elon Lages Lima no youtube.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Física e Ficção (científica?)

A ideia do multiverso que aparece na BD (mais precisamente DC/Marvel) e agora em algumas séries de TV (Exemplo:Flash) é gira mas... não tem grande suporte na realidade.
Já li pela Internet, e em algumas notícias partilhadas nas redes sociais, que pode haver algo que suporte a "teoria" do multiverso.
Só que para ser "teoria científica..." deixa algo a desejar.
Deixo aqui um link para quem quiser divagar sobre o assunto

https://www.forbes.com/sites/startswithabang/2016/01/22/is-the-multiverse-a-scientific-theory/#e5c4fc016f1a

Pessoalmente ainda tenho alguns problemas com esta "Teoria"... que ainda por cima, pelo menos por agora, não é verificável.

Não há uma versão minha de um outro universo que me venha visitar, e levar-me a passear pelo multiverso?

http://www.express.co.uk/news/science/736841/parallel-universes-multiverse-theory-physics-quantum-mechanics

terça-feira, 2 de maio de 2017

E pronto... acabou-se o fim de semana prolongado

Fazia parte dos meus planos entregar a declaração de IRS na Sexta. Mas depois vi que neste ano o prazo é o fim do mês de Maio. Assim sendo... entrego nesta semana.
Maio, na verdade, é o último mês de explicações de Matemática A para os alunos de 10º e 11º.
Confesso que gosto muito dos meus explicandos...
De ano para ano, começo a perceber que começo a ficar muito apegado a eles.
Enfim. Como eu disse no texto de ontem, tenho de pensar seriamente no resto da minha vida.
Estou a sobreviver, e não a conseguir poupar.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Dia do Trabalhador


Há dias em que não dou explicações... mas vou para o escritório trabalhar.
Isto porque dificilmente consigo trabalhar em casa.
(Tem piada, recentemente sugeri a uma explicanda que, quando não conseguisse trabalhar em casa, que "mudasse de ares", que fosse para outro sítio...)
Hoje, 1 de Maio, é feriado, e embora feriados nunca tenham sido dias de folga de explicações para mim, neste ano são.
São, mas, tenho imenso trabalho para fazer. Há um novo 12º ano de Matemática A que tem de ser preparado (e eu só dou explicações), e uma Física de ensino superior que precisa que eu passe os olhos...
Ainda não sei se vou para o escritório, visto que estou a passar uma noite interessante...com Física!
Estou a pensar em abrir explicações de Física 12º no próximo ano lectivo, mas ainda não me decidi.
Definitivamente eu preciso de mudar de ares e fazer qualquer coisa diferente...
Alguém precisa de um matemático?

domingo, 30 de abril de 2017

Domigo Youtubico

Adquiri recentemente um Chromecast.
Aparelhinho interessante.
Aproveitei o fim de semana prolongado para entre outras coisas, passar umas horas a ver o que há pelo youtube.
A ideia de tornar-me um youtuber ... não me cativa muito.
Podem ver nesta notícia da TVI, a maioria deles são bem novos.
Eu... "estou fora de prazo"!
(Eu costumo dizer que sou mais velho que o Arquimedes)
Portanto... será mesmo para mim?
Não me apetece fazer nada sem guião (mas vendo bem, tendo em conta as improvisações que já tive de fazer em explicações...) e bem, as minhas câmaras são o meu telemóvel e a webcam do PC.
Quanto a software de edição de vídeo...
Eu uso Linux e não me vejo a regressar ao Windows.
(Será que todos os youtubers da notícia usam software legal?
 Bem... acredito que sim.)
No meu caso, em caso de urgência consigo criar o meu software...

Ao instalar aplicações para poder usar com o meu chromecast tive de apagar  várias outras.
Não tinha noção que tinha o telemóvel tão cheio.
Lá me decidi a apagar coisas
(adeus Instagram...)
Na verdade o meu maior problema, prestes a chegar aos 40 é...
Como vai ser o resto da minha vida? Como vou pagar contas?
Sou matemático! Não está nos meus planos ser explicador o resto da vida...
Muito menos voltar a pôr os pés numa instituição de ensino superior.
(Nem para assistir a palestras)

Se calhar... publicar um reboot d'as aventuras de Capitão Lagrange

Se me saísse o euromilhões (o que deve ser difícil porque eu não jogo) Comprava uma casa em nenhures... enchia uma biblioteca de livros... e nunca mais o mundo ouvia falar de mim.

Aliás, quando me perguntam porque não publico algumas coisas, a minha resposta, quando a dou, é invariavelmente "o mundo já me provou que não merece".

(Sorte a minha que os jovens a quem dou explicações não lêem o meu blog.)

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Fim de semana prolongado

Deram-me feriados nesta 6ª e Sábado...
Sendo Segunda-feira feriado, isso significa que tenho um fim-de-semana prolongado!
Bem... o que é que se faz quando temos uns feriados assim "de repente" sem estar planeados?
Provavelmente passo o dia em casa a ler, ou a estudar qualquer coisa.
Com sorte o IGAC deixa-me ver mais um episódio de Doctor Who.
Quer dizer... até tenho algumas coisas para fazer, que ando a adiar há muito tempo...

quinta-feira, 27 de abril de 2017

quarta-feira, 26 de abril de 2017

terça-feira, 25 de abril de 2017

Astérix e Cleópatra

Possuo cerca de 70% dos livros do Astérix...
Mas há anos em que não compro nenhum (desde que me apercebi que a ASA decidiu republicá-los mudando os nomes dos personagens, e com Acordo Ortográfico, que só compro mesmo os novos)... os clássicos procuro em livrarias antigas e na Internet...mas ultimamente... não há dinheiro nem para isso)

Encontrei hoje no RTP Play (provavelmente por tempo limitado, e só disponível em território português), dobrado em português, os filmes animados, "Os 12 trabalhos de Astérix" e "Astérix e Cleópatra". Provavelmente passaram recentemente num dos canais deles.
Fiquei (positivamente) impressionado pela qualidade da dobragem.
Confesso que ainda prefiro os originais em francês, mas... para apresentar às minhas jovens sobrinhas, penso que terei mais sucesso se os bonecos falarem português.

No caso de Astérix e Cleópatra, convém notar que há algumas canções...
Perdeu-se qualquer coisa na tradução.
Encontrei -as no youtube e partilho aqui.
Esta então... :)
O que nunca me ocorreu foi que pudessem haver covers disto...
Mas há! E de facto, qualquer uma delas merecia!
Tendo em conta que foi um dia de explicações, rever estes filmes ao fim do dia, foi uma boa forma de celebrar a "liberdade"...

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Oh, mais uma Segunda-Feira

Pelos memes que vejo no facebook, as Segundas-Feiras não são lá muito populares.
De facto, voltar ao trabalho depois de um fim-de-semana...
No entanto, há quem trabalhe ao fim-de-semana. Pessoas tipo, explicadores, enfermeiros, taxistas, empregados de mesa....
A má fama da segunda-feira já não é merecida.
Eu até gosto das minhas.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Tempestades e bonanças



A verdade é que toda a gente precisa de tempestades nas suas vidas para poder valorizar as bonanças...
A forma de enfrentar as tempestades muda conforme cada um.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Quando se confia em explicandos...

Por norma, não faço TPC's em explicações... espero que os alunos os façam sozinhos e depois dou uma opinião, ou faço mesmo uma correcção se houver  disparate.
Outras vezes espero que os façam em casa e dêem notícias.
Bem...

terça-feira, 18 de abril de 2017

Ás vezes pergunto-me quantos dos meus 'danos psicológicos' se devem a ter 'aturado' um número bem grande de anormais...
(Fiquem com as indemnizações... quero voltar a ser 'normal'-Ok, isto é capaz de ser complicado. O que é 'Normal?')
Ás vezes penso que manter-me isolado é a melhor forma de manter a sanidade. Raios partam os telemóveis...
...
encontrei isto

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Obrigado Edmond Halley

De acordo com Cosmos: A Spacetime Odyssey (episódio 3 da série de 2014), com a Wikipedia e muitos outros livros. Devemos ao grande Edmond Halley a publicação do Philosophiæ Naturalis Principia Mathematica de Isaac Newton.
Eu conhecia os atritos de Newton com Leibnitz, mas pelo episódio de Cosmos, fiquei a conhecer os atritos de Newton com Robert Hooke.
Não me levem a mal, mas o meu herói aqui é Newton...

P.S.


Crise vocacional

Neste ano, já tive 4 desistências em explicações no ensino secundário. É um número muitissimo acima da média a que estou habituado (0-1). Tendo em conta que só trabalho com grupos pequenos, não gosto da situação e estive a estudar o problema... incluindo de alunos que baixam o rendimento e não desistem.
Na verdade nenhum seguiu as minhas instruções/sugestões... (isto de falar para o boneco, não é para mim).
E ainda tenho o caso preocupante de alunos que se meteram em tantas actividades extracurriculares que... não conseguem ter um estudo eficiente...
Estes casos obrigam-me a sentar-me e a fazer contas à vida.
Alunos desinteressados não me interessam.
Os verdadeiros casos a analisar são os que fazem tudo direitinho...
Há dias em que me pergunto que carreiras profissionais ainda me restam...

domingo, 16 de abril de 2017

Dois mundos

Mal ver TV priva-me de algumas coisas...
Hoje, Domingo de Páscoa, no RTP-Play vi um filme de 2012 de que desconhecia a existência.

Um Amor Entre Dois Mundos, título original Upside Down.

Fisicamente a existência daqueles dois mundos parecem-se ser algo bem complicado. Principalmente a nível gravitacional.
No entanto, parece-me ser um bom exercício de Física e Matemática tentar modelar um mundo naquelas condições (ou seja...eventualmente tentarei fazê-lo).

Também parece-me ser irrealista poder haver tanta luz natural durante o dia...

Curioso que o filme é romântico, mas estou bem mais curioso sobre a Física daqueles dois mundos.
Isto porque, com o passar dos anos... fui perdendo grande parte da minha veia romântica (...)
Em que condições, a mecânica Newtoniana permitirá a existência daqueles dois mundos? E as atmosferas?
Quanto à história de cada mundo atrair os seus... bem... tenham juizo.
A gravidade não é esquisita, é igual para todos.
Gostei do filme.
E da ideia da dupla gravidade, embora irrealista ... (o filme é de fantasia, não é de ficção científica)

Continuações de bom Domingo de Páscoa.




sábado, 15 de abril de 2017

Páscoa

Confesso que a Páscoa não é uma época que me traga muita alegria...
Entre 2007 e 2011, passei as minhas Páscoas sozinho em Lisboa e Almada. Havia sempre imenso trabalho a fazer e dados os exorbitantes preços das viagens à Madeira era-me muito mais caro ir a casa do que passar uma semana no continente.
Episódios como o de 2007 e que descrevi aqui, não se me varrem da memória (entre 2008-2011 há histórias que não são muito melhores...)
Sou diabético... não consumo doces (adeus amêndoas e ovos de chocolate...)
Portanto, esta é uma altura em que tento ter a mente ocupada com outras coisas.
Passeando pelas anedotas do facebook, trocando disparates...
TV... bem... não vejo TV. Isto é, de vez em quando ligo o RTPplay e vejo RTP1, ou o O ministério do tempo.
Só que não consigo mesmo ler legendas acordizadas, e acabo por desligar aquilo.
"Páscoa"... Tirando o significado religioso, não tem qualquer outro significado.

E são estes momentos que me fazem pensar que tenho de mudar algo na minha vida...
As redes sociais, e mesmo a Internet, nestes dias não me dizem nada.
E se não há ninguém para conversar do outro lado...tenho aqui livros para ler.
Já não há muita paciência para jogos (Tenho uma Hawkgirl nova no Injustice)
O que poupei nos últimos anos junto com o que ganho não me permitem fazer algumas (desejadas) mudanças permanentes... nem semipermanentes ... nem pré-semipermanentes
Espero que dias melhores se aproximem.
Não sei como, hoje consegui ver o primeiro episódio da nova época de Doctor Who que estreou na BBC!
Ainda não sei como porque, andam a bloquear tudo quanto é site que faz ou fazia streaming "por ordem judicial" ou "ordens do IGAC". Bom, é suposto eu dormir mas não tenho sono... Vou ver se leio para ali um livro de Física.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Boa Páscoa


P.S.:(17/04/2017) Removi o Mathjax e a applet Geogebra pois estavam a "comer" muitos recursos no (meu) google Chrome.
No entanto, clicando sobre o .gif animado, este é substituído pela applet geogebra que cá estava, e clicando sobre a equação, o gif retorna!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Uma lição de vida...

Não é nova. Mas é bem verdadeira.
Aprendam porque eu não vou durar sempre... e isto não é só uma frase feita!

Muitas visualizações, poucos likes?

Hum... olhando para as estatísticas de
http://zonaexacta.blogspot.pt/2017/04/uma-recta-giratoria.html
Vejo muitas visualizações e poucos likes...
Está assim tão mau? Ok, se calhar é boa ideia reformular o problema de outra forma, mas não estava nem estou particularmente inspirado.
Se está mau, porque é que ninguém me diz porquê?

Aquilo foi feito para ver em PC e não em telemóvel/Tablet.
Será por isso?

quarta-feira, 12 de abril de 2017

'Desistir nunca'... a mentalidade extremista.
Eu sou o perfeito exemplo: se não tivesse desistido já estaria morto...

Mensagens ocultas


Vivemos numa era onde todos estamos ligados de alguma forma, à Internet.
Essa ligação deu-nos novas formas de interpretar novas atitudes de pessoas...
Como acabo por passar muito tempo sozinho por vezes faço experiências, principalmente em redes sociais.
Por vezes partilho piadas, comentários ou anedotas, em redes sociais, para ver quem "tem disponibilidade para me aturar".
Pessoas ocupadas raramente têm.. aliás, raramente estão online.
(eu desde há alguns largos meses que tenho o messenger do facebook quase sempre ligado, e periodicamente tenho o Whatsapp e o Skype no telemóvel)
Eu próprio por vezes levo o meu tempo a dar respostas.. tanto no email como em qualquer serviço de mensagens.
Há aqueles que nunca respondem, mas sabemos que estão online (por outras razões óbvias).
Recado recebido... "não me chateies pá".
Então raparigas... devem pensar que tenho segundas intenções
(Amigas, sabem que idade tenho? Já viram o o meu aspecto? Tenho aspecto de quem anda no engate ???)
Não tenho segundas intenções... por vezes passo mais tempo a discutir parvoíces com explicandos do que com "amigos de longa data".
Ok, tenho de rever a minha definição de "amigo de longa data".
Também é verdade que por vezes prefiro a companhia de um bom livro ou de um bom problema matemático... ou mesmo físico.
Sou o tipo de pessoa que se habituou a ser procurado por necessidade... e não para "conversa da treta", "humor"... por mais treta que eu dê às pessoas.
Já que tenho blogs posso dar-vos algumas tretas. Mas isto é um meio de comunicação meio "monólogo". É tipo um programa de rádio.. As pessoas ouvem, e passam para o próximo programa.
De vez em quando deixam um comentário ou outro...Ok, a minha política de exigir comentários sem Acordo Ortográfico deve inibir muitos. Tenho pena: (re)aprendam a escrever!
Não receber resposta é também uma mensagem...
Lembro-me de deixar alguns emails pendurados sem resposta por vários meses. Já o fiz, por não conseguir mesmo responder ao que era perguntado, como já o fiz a algumas pessoas que conseguiram irritar-me (pode parecer estranho, mas para me irritar é preciso conseguir apertar os botões certos, e não são assim tantos).
Aliás já percebi que imensa gente tem ideias erradas sobre mim e nunca se deu ao trabalho de as confirmar ou corrigir. No fundo mais uma mensagem recebida: está-se nas tintas para mim!
Até frases como "Carlos ou... ou Paulo, ou lá como você se chama",
"Carlos Paulo Freitas?" Não lhe vou chamar isso... "Carlos Freitas e ponto" - Quem disse a esta besta que eu não prefiro "Paulo Freitas"? (Que aliás uso de vez em quando...) ou qual é o problema de usar 3 nomes? Estas frases também mostram uma grande desconsideração.
Já agora, eu até assinaria só "Carlos Paulo" se não fossemos um monte deles...
Com o passar dos anos, mesmo inconscientemente acabei por aprender a "ler" pessoas e até a prever comportamentos...Existem pessoas bem previsíveis. Este tipo de conhecimento consegue ser perigoso... é possível manipular uma pessoa! Neste campo não existem verdades universais, todas têm grandes margens de erro.
Saber ler mensagens ocultas, pode ser um conhecimento útil para saber quem devemos riscar das nossas vidas...

terça-feira, 11 de abril de 2017

Outro plano...

Não, não é um plano do espaço...nem de um hiperespaço KN.
Estive a fazer umas contas à vida, e preciso de fazer mais qualquer coisa para além de explicações...
Tendo em conta que já percorri tantas letras do alfabeto (e ... perdi-me, já não sei em que letra vou)
Já várias pessoas me sugeriram que faça uns vídeos para o Youtube...
Eu próprio já pensei nisso, mas... a minha câmara mais decente é a do telemóvel, e como já devo ter dito antes, não quero ser só mais um.
Bom... vou jantar.
Até amanhã.

Eu, Philoctetes :)

O filme da Disney, Hércules, tem uma frase que é dita por Philoctetes, treinador de heróis e, portanto treinador de Hércules.


"Os sonhos são para os caloiros".


A frase é dita por um Philoctetes desmoralizado quando Hércules não lhe liga nenhuma, e, de facto, como seria de prever, as coisas acabam por correr mal.

É um filme Disney, e portanto, no fim, as coisas correm bem para todos menos para Hades... o vilão da história.

A vida não é um filme Disney.
Para as coisas correrem bem além de haver um preço a pagar, é preciso mesmo muita sorte.

Por outras palavras, nada cai do céu...


P.S.:Se algum ser sobrenatural quiser me provar que estou enganado e quiser me mandar saúde,sorte e uma fortuna... não vou recusar!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Uma pilha de exercícios

Neste momento, estou sentado no meu escritório, à frente do computador com uma pilha de exercícios para resolver...
"Com uma pilha de exercícios para resolver.".
Na verdade não sou obrigado a resolver coisíssima nenhuma. Não existe mesmo nada ali que eu não saiba resolver.
"Isso está errado porque tenho mais experiência que tu." - Uma daquelas frases que me vai atormentar, mas ao mesmo tempo fazer-me rir o resto da vida. O leitor habitual deste blog deve saber que foi-me dita por um idiota que... estava errado, comprovando o que eu pensava sobre a experiência dele.
Em Matemática, uma justificação deve ser lógica... não baseada "em experiência".
Não digo que eu não cometa erros... Sou humano, mas nunca rebaixei ninguém com base "na minha experiência".
Eu realmente tenho de mudar de vida...
Não tenho pachorra para preguiçosos nem para estar constantemente a dizer aos pais "Dou explicações, não dou aulas... quem não está interessado, mesmo que precise e muito. Que não me apareça à frente. Não me cabe a mim dar sermões ou fazer discursos motivacionais. Se precisam disso procurem outro."
Quando me lembro de alguns dos anormais que foram meus "professores", (deixo entre aspas porque estes seres dão mau nome à profissão), e de todas as avaliações viciadas à partida, percebo parte da má fama da Matemática.
"O teu professor é uma besta mas é ele que dá a nota"- Bem... não é nada que já não tenha dito. Falta de profissionalismo seria não reconhecer as bestas pelo que elas são.
Aliás, instituições que dêem cobertura a estes seres conseguem ir perdendo gradualmente o meu respeito até chegar ao "respeito nenhum".
E quem me pede que não fale/oculte o assunto só está a pedir que as "telenovelas" se repitam e se estrague o futuro de outros seres humanos.
Não sou hipócrita. Não apago a História. O que se passou, passou, e vai ser repetido até haver castigos e alguma coisa mudar.
"Uma pilha de exercícios para resolver"... exercícios com os quais dificilmente aprendo algo de novo, e que só me lembram o meu percurso até aqui.
Venham eles...

Cosmos... no século XXI

As séries Cosmos, devam ser de visualização obrigatória a todo o aspirante a cientista...

Já agora:

domingo, 2 de abril de 2017

Ensino da Matemárica no século XXI






Hoje de manhã, chegou-me esta notícia do Diário de Notícias :
Professores de Matemática: escolas já não conseguem cumprir programas.
Não vou meter a cabeça na areia. Na verdade há quem consiga cumprir os programas (...ok, para já, eu vou estar calado sobre isto...), mas muitos não conseguem.
Ninguém estava à espera que os novos programas fossem aceites de forma pacífica dada a forma como foram impostos, nem que tudo corresse bem nos primeiros tempos de implementação.
Dito isto, alguns dos verdadeiros problemas que existem, já existiam em todas as versões anteriores dos programas!
Nunca haverá um programa que agrade a todos.
O facto de não se conseguir cumprir programas pode ser preocupante, dependendo do que não foi cumprido.
Do lado dos alunos, saindo estas notícias (de "inadequados para a idade dos alunos") nos jornais, justificam o seu desleixo...
Há alunos que não fazem trabalhos de casa, "só estudam" de véspera, e desculpam-se com "é muito difícil".
No caso da Matemática A, grande parte dos alunos que me chegam a pedir explicações no 2º período do 10º ano, com notas abaixo de 5-6 (!) são alunos que querem receitas e usam receitas para resolver exercícios, mas não estão nem nunca estiveram minimamente interessados em querer saber ou tentar perceber porque funcionam... (alguns deles nem têm maturidade para isso) e quando num teste aparece uma questão ligeiramente diferente, não sabem fazer, porque não tinham uma receita memorizada para aquela questão com aquele português. Aliás, a maioria deles nem passou na prova final de 9º ano.
Estes alunos não têm qualquer interesse em saber os porquês das resoluções, ou seja, do meu ponto de vista, não têm qualquer interesse em Matemática.
Isto de conteúdos "inadequados para a idade dos alunos", na verdade não é de todo disparatado, mas numa sociedade onde vários dos professores do ensino dos primeiros dois ciclos sempre foram pessoas com dificuldades a Matemática, é difícil fazer uma avaliação correcta e justa. No entanto, quando olha para alguns casos que eu conheço, tenho de concordar que há ali qualquer coisa que não bate certo... ou os conteúdos são inadequados, ou na verdade, aquela não é a melhor forma de ensinar aquilo!

Estamos no século XXI, o ensino da Matemática pode ter de ser repensado, mas não podemos ir atrás de toda e qualquer moda de outro país ou defendida por um Chico-esperto qualquer.
Sem o ajuste correcto de certos parâmetros, qualquer que seja o programa, haverão sempre problemas bem sérios. Não podemos nem vamos ter um programa que agrade a todos, mas precisamos de um cientificamente correcto, que não venda gato por lebre, e que discipline professores e alunos.
Façam lá os ajustes que tiverem de ser feitos, mas não me piorem a situação com estas notícias nos jornais,...

sábado, 1 de abril de 2017

Petas fora de dia...

"Por vezes ouço e vejo opiniões que não correspondem à verdade sobre mim."
Pessoas assumem "verdades" sem as confirmar... e sai disparate.
Na verdade o "por vezes" devia ser substituído por "muitas vezes".

sexta-feira, 31 de março de 2017

Sou um eco...

Há bons motivos para este blog se chamar CarlosPaulices no século XXI...
No século XXI!
Embora tenha nascido no século XX, ao recriar este blog em 2010, fazia parte dos meus objectivos não olhar para trás.
Mas eu tenho de olhar para trás... esse passado faz parte da minha história, e bom ou mau, faz parte de mim, moldou-me no que sou hoje. Em 2010, depois do "reset" ao blog, tinha alguns objectivos.
Evoluíram... mudaram. O que queiram lhe chamar. Passou a ser o meu espaço onde digo o que me apetece quando me apetece.
Um cantinho meu onde posso ser eu, sem ter de me preocupar. Quem não gosta, lê e não volta... quem gosta, acaba por voltar, nem que seja só para ler os meus disparates.
O tempo não volta para trás.
Acabei sozinho...aqui... num blog.
Sou apenas mais uma colecção de histórias na Internet.
Um tipo que comenta fotos, manda piadas, e nem sempre é compreendido.
Por vezes ouço e vejo opiniões que não correspondem à verdade sobre mim.
Um tipo que um dia quis ser matemático...e acabou sozinho na Internet.
A dar explicações para sobreviver...
Depois da meia-noite volto a ter dados móveis.
Se calhar, desinstalo o Instagram e repenso no que faço eu na Internet... e se calhar, na vida.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Silêncio digital na era do fast-food e da Internet...

Nesta semana, ando sem dados móveis.
Gastei os meus 5Gb mensais.
Desligando a Internet... vem o "silêncio".
Ligo os auscultadores e trabalho.
Não me faltam coisas para fazer.
Mas percebo "o vazio" que faz parte da minha vida.
Tirando as explicações, onde comunico directamente com explicandos...
Quase todas as outras comunicações são electrónicas.
Na verdade...
Desde 2004 que é assim. E consegui o feito de ir reduzindo o leque de pessoas com quem falo pessoalmente.

Esboço este texto a comer batatas fritas e um Big Mac, bebendo uma coca-cola zero. Algo muito recomendável a um diabético.
E utilizo a Internet do MacDonalds


Gosto dos meus explicandos... preocupo-me com eles. São "a minha família emprestada", os meus "colegas de trabalho", os únicos com quem falo pessoalmente. Mas todos eles um dia, vão embora..,
Hoje em dia posso acompanhá-los pela internet...
Só que, nesta semana, há menos net.
"Como te correu o teste?"
"Pedi-te para estudar regularmente... não de véspera..."-Penso, penso mas poucas vezes digo, sabem perfeitamente que penso isso.
"Sei que tens outras coisas na vida... mas o dia tem 24 horas e não tas estou a pedir a todas".
Vêm-me à memória aqueles tempos em que professores que deviam viver num mundo à parte, exigiam algo humanamente inalcançável para o humano comum, quanto mais para um tipo com anemia.
Não, anemia não se apanha só por descuido com a alimentação... se não têm um curso de medicina, não digam disparates!
Não quero ser assim... não quero pedir o impossível. Só quero mesmo, melhor.
Não peço o impossível...
Apenas peço responsabilidade nas escolhas, e sugiro as que me parecem ser as melhores.A vida é tua, a decisão é tua. Eu não passo de alguém que deve estar de passagem.
"Regularmente não significa ficar sem tocar nisto durante uma semana!" 

Passam os anos... alguns passam por mim e não me reconhecem.
Outros reconhecem, mas fingem não reconhecer. Pergunto-me se terei exagerado muito acima ou muito abaixo na exigência.
São humanos, e na verdade, como já escrevi antes, isto não é muito diferente de prostituição. É um erro envolver-se emocionalmente... mas errar é humano, e ainda sou humano.

O silêncio do mundo sem comunicações electrónicas.
Não devia ser estranho.
Cresci sem ele.
Sempre fui, e provavelmente sempre serei... um matemático solitário...

quarta-feira, 29 de março de 2017

B+


Toda a gente conhece pessoas que não têm noção da realidade.
Umas são estupidamente optimistas, outras, exactamente o contrário... e outras gostam de dar palpites irrealistas sobre realidades que desconhecem.
Para cada pessoa deve existir um equilíbrio de realismo/optimismo/pessimismo. Digo eu. Não sou psicólogo... mas já passei por muito.

Frases como
"Joga-te de um avião a 3000m de altitude sem para-quedas e sê optimista... não te vais magoar"

ou

"Jogando um dado cúbico equilibrado com as faces numeradas de um a seis, a mim sai um sete", são...

no mínimo ridiculamente irrealistas.

Lembro-me em 2011, pouco mais de 24 horas depois de ter tido alta do segundo internamento no Hospital Garcia Orta, ter ouvido a coordenadora do mestrado que eu tinha acabado de desistir, fazer uma lista de elogios a um indivíduo, para os quais eu tinha no mínimo um contra-exemplo para cada um deles... por ter "convivido" com esse senhor durante 3 anos.
Além de inoportuno, (eu tinha acabado de passar uma semana hospitalizado, saí, fiz um exame que não foi "oferecido" - tive 18)... demonstrava uma falta de sensibilidade e sim, de noção da realidade.

Depois de vários anos, a minha decisão estava tomada, e não estava nem está nos meus planos viver num mundo que não seja o real.

Já ouvi críticas suficientes, e a minha resposta é e sempre será: metam-se na vossa vida. Fiz o que tinha a fazer, a decisão foi minha e até hoje nada me sugeriu sequer que tivesse sido uma má decisão. Se tiver de pedir opinião a alguém, peço, não será certamente a quem não faz a mínima ideia do inferno porque passei, e mesmo fazendo ideia, também não será por quem não passou pelo mesmo (semelhante ou "pior" não serve, tem mesmo de ser "o mesmo").

Foi didáctico, e ajuda-me a perceber por vezes as pressões a que os meus explicandos estão sujeitos.

Passar um mau bocado recorda-nos que somos pequenos perante o universo, e precisamos disso. Sem exageros se faz favor! Eu acho que no meu caso, já tive que chegue!
Espero ter aprendido as lições necessárias... e que com elas consiga ensinar outros, que estejam dispostos a aprender.

Lembro-me do dia em que num sala de espera de um hospital perguntei a uma enfermeira
"Qual é o meu tipo de sangue?", e ela reponde-me "B positivo".

E eu sorri ao perceber que em inglês seria... "Be Positive".

Mais tarde, percebi que também era um dos memes da internet.

Já me foi útil algumas vezes para tentar animar algumas pessoas.

terça-feira, 28 de março de 2017

O erro

Errar é humano. Eu sou humano. Eu cometo erros. Corrijo os que posso.
Admito os meus. Custa assim tanto admitir erros?
Manobras de "intimidação", como algumas que vejo e tentam me impingir no meio académico*são assim tão necessárias?
Custa assim tanto emendar e corrigir?

Há erros que cometo de propósito e conscientemente. Sou livre para fazê-lo...

segunda-feira, 27 de março de 2017

Eu hoje, ao chegar a casa, estive a procurar isto online.
https://www.schoolmart.com/shop/casio-fx-9860gii-fx-9750gii-emulator-software-site-license/
O preço assustou-me. Vou mesmo desenrascar-me sem isto...

domingo, 26 de março de 2017

Intimidação: Amor à camisola

Recentemente, numa troca de S.M.S:'s  eu respondi que nunca na vida sugeriria um curso de Matemática a um bom aluno.
E as respostas que tive lembraram-me uma "lavagem cerebral" praticada por algumas pessoas na Universidade da Madeira...
Na verdade não me referia àquela instituição em particular, só que parece que sem querer piquei alguém.
Mas, já que se fala no assunto, e sem querer repetitivo, pois já falei sobre o "amor à camisola" no passado (por exemplo aqui - não sei de cor as datas dos meus posts... fui ao google).

Quando um ex-aluno "fala mal" do seu curso, sabe perfeitamente porque o faz. No meu caso, tenho "óptimas" memórias, por exemplo, do meu último ano de licenciatura, no ano lectivo 1998-1999: "Opções" impostas pelo departamento, um "seminário" que honestamente, é o mais estranho que conheço, tendo como referência todas as pessoas que conheço com curso de Matemática, que não são poucas! Nem vou falar das avaliações nesse "seminário...", porque vai mesmo custar ao leitor acreditar...
(Vá lá acusem-me de difamação! Vejam se tenho medo!)

Depois se começar a falar dos meus mestrados... Não!
Se há pessoas que se deram bem... há.
Mas eu dei-me mal. Se não fosse o pormenor de ter acabado o secundário com 20 a Física e a Matemática, e ter sido o melhor aluno do meu curso nesse ano lectivo ...a minha opinião seria irrelevante.

Se há necessidade de apelar ao "Amor à camisola", quando ninguém está a apontar o dedo é porque alguém reconhece que fez asneira (não levem a mal se sair outra palavra... não vou rever este texto!)

Aliás, quando se quer amor à camisola, faz-se por merecê-lo.
Manobras de intimidação como "se falas mal do teu curso ninguém te contrata"... além de falsas demonstram um tipo de mentalidade típico de ditaduras, e de onde não há qualquer respeito pela opinião dos outros.

Já agora, quando "não recomendo o curso de Matemática" aos meus alunos/explicandos, é literalmente: eu nem falo do assunto, mas sim, recomendo outros cursos...

sexta-feira, 24 de março de 2017

Eu, o mau...

Há poucas coisas piores que ter conhecimento que não se quer ter...
A ignorância, consegue ser uma benção.
Ter razão nem sempre é bom.
Há vezes em que prefiro estar enganado.
 De vez em quando sou confrontado com essas situações... copias fieis de acontecimentos do passado... que têm tudo para correr da mesma forma (entenda-se: mal) e naturalmente é assim que correm.
Se eu consigo, aviso as pessoas... as decisões não são minhas para tomar.
Quando correm mal, não sou eu que lhes vou dizer "eu avisei"...
Não quero ser o mau da fita.


segunda-feira, 20 de março de 2017

Alguma infecção informática nos meus blogs? Ou será no browser?

Por vezes ao clicar num dos links daqui ou do blog de explicações vou a parar a sites estranhos...
Terei o browser ou os meus blogs contaminados?
Uma vez que sou eu que escrevo directamente os links, os scripts e essencialmente todo o código que é usado neste blog...( o que não sou eu a escrever, ou é o google, ou os sites de contagem de visitas), vou começar por fiscalizar os meus browsers.
Raios partam esta gente com gosto em contaminar os outros. Prefiro ter o dinossauro do Google Chrome como animação de fundo do blog do que ter isto contaminado...

domingo, 19 de março de 2017

Muitos planos

Se eu perguntar ao leitor deste blog:
"O que é que quer fazer no resto da sua vida?"
Que me responderá?
E depois se eu perguntar: 
"E agora, realisticamente o que é que vai mesmo fazer no resto da sua vida?"
Na verdade, não precisa mesmo de responder. Basta pensar no assunto.
Costumam dizer que cada um é vítima das suas próprias decisões. Isso está incorrecto, ou no melhor dos casos, incompleto.
Todos os dias milhões de seres vivos neste planeta tomam decisões.
Muitas delas acabam por interferir directa ou indirectamente nas nossas vidas.
No meu caso, consigo identificar, e muito bem, decisões que não foram tomadas por mim, e que mudaram o rumo da minha vida.
Actualmente temos políticos a impor-nos decisões bem dúbias, e sabe-se lá com que objectivos.
Coisas como o Acordo Ortográfico, o TGV que Sócrates bem tentou impor...
A vida é bem mais complexa. É preciso ser-se parvo para ir atrás de todas as frases feitas.


Eu tinha os meus planos...
Este blog recusa-se a utilizar o Acordo Ortográfico de 1990